-

[Resenha] O Ser-se

Título: O Ser-se
Autor(a): Júnia Azevedo
ISBN-13: 9788564022553
ISBN-10: 8564022559
Ano: 2014
Páginas: 200
Editora: Circuito

Sinopse
Nesta instigante poética sobre o ser se encena a densidade abissal da experiência, assim como as matizações intensivas do corpo, de forma que personagem se pluraliza e se desdobra ao infinito, pois o ser se declina na reflexividade e se conjuga como processo. Dai o antinaturalismo radical que perpassa esta narrativa apaixonante, pela qual o sujeito se enuncia na multiplicidade do devir, modulando que é pelos acordes sublimes de Fernando Pessoa. - Joel Birman

Minha Opinião



O Ser-se é um livro que tem como base a psicanalise, nele conhecemos X que é a personagem que narra esta história. Ela está em uma busca pelo autoconhecimento e em busca do amor próprio. A história começa quando o homem desconhecido trai X, e essa traição faz com que essa busca comece. X chega até a viajar para Lisboa enquanto Y (o homem desconhecido) a procura várias e várias vezes, mas ela acha que não é o momento para voltarem, que ele deve ir procura-la por inteiro e não através de e-mails e presentes deixados em seu prédio. Em meio a tristeza e a felicidade, ela vai tentando se descobrir.

Como já deve ter percebido o livro não nos dá um nome “normal” aos personagens, e embora eu tenha estranhado de início a falta de nomes, isso não impediu que me envolvesse com a história e conhecesse os personagens. O livro não tem quase fala nenhuma, e X avisa isso, mas isso não é um problema já que a personagem parece conversar com o leitor.

A maior parte da obra é um tanto quanto melancólica e chega a ser cansativo em algumas partes, mas acaba se lendo tudo na esperança de que X seja tão feliz quanto foi triste. Infelizmente, ela é triste durante a maior parte do livro. Seus maiores momentos de felicidade são quando ela vai para Lisboa, em Portugal podemos conhecer um lado alegre de X não explorado antes. Principalmente quando ela vai para lá sem Y, acho que é quando ela é mais feliz no livro.

Muitos pensamentos e reflexões encontrados no livro valem a pena ser lidos, pois nos fazem refletir sobre a vida. Além de muitas frases serem bastante bonitas. Acho que livro pode ser mais proveitoso para estudantes de psicologia ou quem já trabalha nesta área, apesar de ter compreendido toda a história, sinto que não pude captar toda a profundidade desta.

Não gostei muito da capa do livro, achei ela muito esquisita e escura, e não consegui achar relação dela com a história desenrolada no livro. O interior do livro é muito bonito, mas achei as letras bem pequenas.

Tempo de Leitura: 16 dias

Nota: 4/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Layout: Natana Duarte | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©